Encontre um museu

Circuito História, Cultura e Arte Sacra: o centro histórico de Curitiba

O quarteirão circundado pelas ruas Dr. Claudino dos Santos, Rua do Rosário e Travessa Nestor de Castro, no centro de Curitiba, reúne um conjunto de atrativos e de espaços históricos e culturais que sintetiza uma pequena amostra da beleza da cidade.

Bem ali está o Memorial de Curitiba, um dos centros culturais pulsantes da cidade. O espaço é lindo: uma construção moderna, com laterais e cobertura de vidro. Independentemente de como escolher aproveitar o ambiente, não deixe de contemplar a vista que o Mirante do Marumbi fornece do centro da cidade. A poucos passos dali está o Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba. Se no Memorial de Curitiba você pôde apreciar os retábulos da Igreja matriz de cidade talhados em madeira policromada do século XVIII, a coleção exposta aqui reúne imagens sacras, objetos de culto e litúrgicos, peças de mobiliário e pinturas. O núcleo original do acervo é proveniente de quatro Igrejas localizadas no centro histórico da cidade: a Catedral de Curitiba, a Igreja do Rosário, as ruínas de São Francisco de Paula e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, que passou a abrigar o Museu de Arte Sacra desde 1981. Feche o roteiro com uma caminhada até o Museu Paranaense, guardião de um amplo acervo histórico, antropológico e arqueológico no qual a história do Paraná está muito bem representada. Exposições permanentes ou de longa duração – como Imagens de um Lar: mobília e objetos do cotidiano de uma família abastada em Curitiba, Moedas Romanas: coleção acervo do Museu Paranaense e Dinheiro e Honraria: o acervo de numismática do Museu Paranaense – disponibilizam o acervo do museu aos visitantes.

O Museu Paranaense fica apenas a cerca de 500 metros do Memorial de Curitiba, e a região é bem servida por linhas de ônibus.

Ainda não é hora de descansar pois o passeio não acabou por aqui. O dia promete!!!

Três motivos para fazer o circuito:

  1. O projeto arquitetônico do Memorial de Curitiba, criado pelos arquitetos Fernando Popp e Valéria Bechara, faz diversas referências às memórias e símbolos da cidade. Dentre elas, o formato do pinheiro paranaense inspira a estrutura base da construção, um eixo central de onde saem as vigas metálicas, três pisos e uma ampla praça coberta que recebe concertos e eventos.
  2. A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas – que abriga o Museu de Arte Sacra – é a Igreja mais antiga de Curitiba. Sua construção foi concluída em 1738 e já passou por alguns trabalhos de restauração. A animadíssima Feira do Largo da Ordem acontece todos os domingos, bem ali, no Largo da Ordem (cujo nome oficial é Largo Coronel Enéas), das 9h00 às 14h00.
  3. A curta caminhada até o Museu Paranaense tem tudo para ser agradável. Há muito para se conhecer: o centro cultural Solar do Rosário, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito (ou simplesmente Igreja do Rosário), o Relógio das Flores – ambos situados na Praça Garibaldi – , e as Ruínas de São Francisco, uma das quatro Igrejas cujos objetos integraram o núcleo original do acervo do Museu de Arte Sacra. Pronto! Você nem percebeu mas acabou de chegar ao Museu Paranaense. Boa visita!

Notícias

Vamos Comer! Exposição reinterpreta os conceitos do movimento Tropicalista

A partir dessa semana o Rio de Janeiro inclui em sua agenda mais uma opção cultural imperdível. A exposição Vamos Comer acaba de ser aberta ao público! Propondo uma livre reinterpretação conceitual do movimento Tropicalista, os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig apresentam aos... Leia mais

ACERVOS: Povos indígenas - história, costumes e diversidade cultural

A diversidade cultural das diferentes etnias indígenas, as abordagens e narrativas em torno de seus costumes e de sua história, bem como a conscientização em torno da importância da preservação desse legado e da necessária valorização de sua expressão atual, são questões centrais para alguns... Leia mais

Circuito História, Cultura e Arte Sacra: o centro histórico de Curitiba

O quarteirão circundado pelas ruas Dr. Claudino dos Santos, Rua do Rosário e Travessa Nestor de Castro, no centro de Curitiba, reúne um conjunto de atrativos e de espaços históricos e culturais que sintetiza uma pequena amostra da beleza da cidade.

Bem ali está o ... Leia mais

Circuito Praça Mauá: Museu de Arte do Rio e Museu do Amanhã

A Praça Mauá, no Rio de Janeiro, é o endereço de dois dentre os mais novos e principais museus do país: o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR).

Visitar o Museu do Amanhã é uma experiência ímpar e certamente inesquecível. Com percursos dinâmicos, acompanhados por experiências... Leia mais

Itinerâncias da 32a Bienal de São Paulo pelo Brasil: um circuito imprescindível!

Ao longo do ano, distintos conjuntos de obras que foram expostas na 32a Bienal de São Paulo, intitulada Incerteza Viva, percorrerão diferentes cidades brasileiras. Visando ampliar seu impacto e estender a possibilidade de acesso às obras expostas, as Itinerâncias da 32a Bienal... Leia mais

O Carnaval de 1987 e o bloco “Sôdade do Cordão”. Celebremos Villa-Lobos!

Há 30 anos o Museu Villa-Lobos preparava uma grande festa. Era o centenário de nascimento do grande maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. Uma série de eventos foram organizados e as comemorações guardavam profunda conexão com as notas vibrantes e coloridas, típicas dos festejos... Leia mais

A flora brasileira pelo olhar do botânico alemão Von Martius

Foi inaugurada no último sábado, 04 de fevereiro, no Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro, a exposição O mapa de Von Martius ou Como escrever a história natural do Brasil.

Concebida para comemorar os 200 anos da chegada da Missão Austríaca – expedição científica que... Leia mais

Um seringal na memória histórica e afetiva do amazonense

Em abril de 2004 o Jornal do Comércio de Manaus publicava, com dedicado vagar, o roteiro da visita a um dos museus de sua cidade. O entusiasmo não era desprovido de razões. Com acesso realizado estritamente por via fluvial, seria a primeira vez que o Museu do Seringal Vila Paraíso, inaugurado em... Leia mais

Circuito Descobrir brincando: o lúdico e o fascinante

Belo Horizonte tem museus incríveis para despertar a curiosidade e a imaginação dos pequenos.

Entreter-se com os cerca de 5 mil brinquedos de diferentes épocas e países expostos no Museu dos Brinquedos é um passeio perfeito para entender um pouco mais sobre o significado desses objetos... Leia mais